Dando um tempo

Gente, vou dar um tempo desse blog. Já há meses acho que ele perdeu a minha cara, ou eu mudei, sei lá; simplesmente não tenho me identificado com ele.

Pode ser que ainda surja alguma postagem por aqui, de humor ou imagens fantásticas.

Qdo vencer o domínio, não sei se vou renovar, então quem quiser acessar vai ter que usar o endereço do blogger, anotem aí: http://lucia-inthesky.blogspot.com

Continuo Lucia in the sky, mas agora em outra plataforma, ainda meio sem forma, mas devagar vou ajeitando: http://lucinha.tumblr.com/

Também vou continuar com minhas participações no Bem Casadas e no Cristão da Universal.

Mantenha-se informado me seguindo no twitter .


Bjins :-*

11 janeiro 2010

Como dar um comprimido a um gato.



1. Pegue no gatinho e aninhe-o no seu braço esquerdo como se segurasse um bebé. Coloque o indicador e o polegar da mão direita nos dois lados da boquinha do bichano e aplique uma suave pressão nas bochechas enquanto segura o comprimido na palma da mão. Quando o amorzinho abrir a boca atire o comprimido lá para dentro. Deixe-o fechar a boquita e engolir.

2. Recupere o comprimido do chão e o gato de detrás do sofá. Aninhe o gato no braço esquerdo e repita o processo.

3. Vá buscar o gato ao quarto e deite fora o comprimido meio desfeito.

4. Retire um novo comprimido da embalagem, aninhe o gato no seu braço enquanto lhe segura firmemente as patas traseiras com a mão esquerda. Obrigue o gato a abrir as mandíbulas e empurre o comprimido com o indicador direito até ao fundo da boca. Mantenha a boca do gato fechada enquanto conta até dez.

5. Recupere o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-fatos. Chame a sua esposa do jardim.

6. Ajoelhe-se no chão com o gato firmemente preso entre os joelhos, segure as patas da frente e de trás. Ignore os rosnados baixos emitidos pelo gato. Peça à sua esposa que segure firmemente a cabeça do gato com uma mão enquanto força a ponta de uma régua para dentro da boca do gato com a outra. Deixe cair o comprimindo ao longo da régua e esfregue vigorosamente o pescoço do gato.

7. Vá buscar o gato ao suporte do cortinado e retire outro comprimido da embalagem. Tome nota para comprar outra régua e reparar as cortinas. Cuidadosamente varra os cacos das estatuetas e dos vasos do meio da terra e guarde-os para colar mais tarde.

8. Enrole o gato numa toalha grande e peça à sua esposa para se deitar por cima de forma a que apenas a cabeça do gato apareça por debaixo do sovaco. Coloque o comprimido na ponta de uma palhinha de beber, obrigue o gato a abrir a boca e mantenha-a aberta com um lápis. Assopre o comprimido da palhinha para dentro da boca do gato.

9. Leia a literatura inclusa na embalagem para verificar se o comprimido faz mal a humanos, beba uma cerveja para retirar o gosto da boca. Faça um curativo no antebraço da sua esposa e remova as manchas de sangue da carpete com o auxílio de água fria e sabão.

10. Retire o gato do barracão do vizinho. Vá buscar outro comprimido. Abra outra cerveja. Coloque o gato dentro do armário e feche a porta até ao pescoço de forma a que apenas a cabeça fique de fora. Force a abertura da boca do gato com uma colher de sobremesa. Utilize um elástico como fisga para atirar o comprimido pela garganta do gato abaixo.

11. Vá buscar uma chave de fendas à garagem e coloque a porta do armário de novo nos eixos. Beba a cerveja. Vá buscar uma garrafa de whisky. Encha um copo e beba. Aplique uma compressa fria na bochecha e verifique a data de quando apanhou a última vacina contra o tétano. Aplique compressas de whisky na bochecha para desinfectar. Beba mais um copo. Atire a T-Shirt fora e vá buscar uma nova ao quarto.

12. Telefone aos bombeiros para virem retirar o cabrão do gato de cima da árvore do outro lado da rua. Peça desculpa ao vizinho que se estampou contra a vedação enquanto tentava desviar-se do gato em fuga. Retire o último comprimido de dentro da embalagem.

13. Amarre as patas da frente às patas de trás do filho da puta do gato, com a mangueira do jardim e de seguida prenda firmemente à perna da mesa da sala de jantar. Vá buscar as luvas de couro para trabalhos à garagem. Empurre o comprimido para dentro da boca da besta seguido de um grande pedaço de carne. Seja suficientemente bruto, segure a cabeça do corno na vertical e despeje-lhe um litro de água pela goela abaixo para que o comprimido desça.

14. Beba o restante whisky. Peça à sua esposa que o conduza às emergências e sente-se muito quieto enquanto o médico lhe cose os dedos, o antebraço e lhe remove os restos do comprimido de dentro do seu olho direito. A caminho de casa contacte a loja das mobílias para encomendar uma nova mesa de jantar.

15. Trate de tudo para que a protectora dos animais venha buscar o cabrão do gato mutante fugido do inferno. Telefone para a loja dos animais e pergunte se têm tartaruguinhas.

Recebi por e-mail, autoria desconhecida.

kkkkkkkkkkkk Realmente não é fácil, eu mesma tenho uma baita cicatriz de uma vez que meu esposo deveria ter segurado o gato para que eu lhe desse o comprimido. Mas se você chegou aqui procurando algo útil, aqui tem umas dicas bem práticas.

11 Comentários:

Mônica disse...

Esqueci de te contar a minha cachorrinha Tuca foi operada e está como se estivesse novinha.
Eu lhe dava os comprimidos no pão pois ela adora pão.
mas continua com o cancer de mama. este não pode ser retirado.Porque ela tem 15 anos já.
Mas ela está lindinha. Só vendo.
Com carinho Monica

Anônimo disse...

T6o vendo que vc não entende muito de gatos...

Bem, vc corretamente os dajetivou de FDP e corno.

O correto é forçar o gato a tomar o whisky, dar o maldito comprimido e, (nada contra tartarugas) ligar pra loja de animais e encomendar um cão!
Captain Forr

"Eliz" disse...

Muito bom. kkkkkkkkkkk

Mas prefiro não ter animais...

Bjinhoss

Anônimo disse...

Escrevendo rapidinho que estou saindo pro trabalho...

Ontem fiz uma entrega pra um indiano.
Te dou 1 dólar se vc adivinhar, e 10 dólares se vc não rir!

Deixe-me ver: Vc chutou APU, certo?Então errou!
Eu quase ri na hora que vi o crachá dele: Bilal!
Ele me viu lendo o nome dele, então ele pronunciou e soletrou!
Cada uma que eu passo, não?
Captain Forr

Andrea Guim disse...

Oi, Lucia!
Já conhecia esse texto super legal, e te digo, que tá longe de ser real! Aqui em casa, para a Nina (gata) tomar um comprimido é 3 vezes pior!!!
Adorei!
Beijins!

Jeanine disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
ótimas dicas mas eu só tenho uma poodle,mas creio que funcionará com ela tbm!

Beijinhus na fé!

Carla Martins disse...

Huahuahauhauhauahuah
To fora!

Com meu cachorro é tudo bem mais fácil.

Anônimo disse...

hahahaha... Eu acho que iria desistir de dar o comprimido a ele... rs
Até agora não precisei... mas caso precise já peguei as dicas.
Bjoo

Érica

Eva disse...

Um adendo: se você precisar pingar remédio no ouvido do bichano com otite enfrentará os mesmos percalços aqui narrados! he he

beijos, Lúcia!

thalia disse...

Aff, meu gato tem 48 dias ,dar comprimido é meio facil agora pense em dar banho ,10 vezes pior que isso

Postar um comentário

Olá!! Obrigada por comentar! Somente comentários educados e relevantes serão autorizados. Caso faça alguma pergunta, responderei abaixo.

♥ Siga também

♥ Pesquisar

♥ Atenção

Creative Commons License
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

♥ Receba por e-mail

RSS

Escreva seu email:

Delivered by FeedBurner

♥ Contando

  ©Lucia in the Sky - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo